Consultar FGTS: Lei do trabalho – Por que precisamos

Consultar FGTS

A Lei do Trabalho lhe permite consultar FGTS e atua como uma ferramenta para promover a capacitação do trabalhador e também a proteção do trabalhador.

Regula as relações de trabalho individuais e coletivas. Outra legislação relevante inclui o direito constitucional, o código civil, o código penal, bem como as convenções supranacionais da OIT.

A legislação trabalhista visa corrigir o desequilíbrio de poder entre o trabalhador e o empregador; impedir o empregador de despedir o trabalhador sem justa causa; para estabelecer e preservar os processos pelos quais os trabalhadores são reconhecidos como parceiros ‘iguais’ nas negociações sobre suas condições de trabalho, etc.

Consultar FGTS

A legislação trabalhista visa evitar uma corrida ao fundo do poço, colocando restrições à liberdade dos parceiros contratantes de contratarem em quaisquer termos que desejarem e estabelecendo padrões mínimos sobre segurança e remuneração.

A legislação trabalhista também regula o mercado de trabalho: um país pode optar por implementar uma legislação que estabeleça limites máximos ou mínimos de salários ou horas de trabalho, tanto nacionalmente quanto em determinados setores ou indústrias. Os principais temas do Direito do Trabalho são os seguintes:

  • Trabalho produtivo e ganhos adequados

Salário mínimo, pagamento regular e pontual de salários, compensação de horas extras, compensação por trabalho noturno, trabalho de fim de semana e trabalho em férias

  • Horário de Trabalho Decente

Férias anuais remuneradas, horas máximas de trabalho (limites de horas extras), feriados compensatórios para trabalhar em feriados semanais / públicos

  • Segurança de Trabalho

 Fornecimento de uma declaração escrita de dados no início do emprego, contratação de trabalhadores com contrato por prazo determinado para tarefas permanentes, Duração do período probatório, Requisitos de aviso prévio, indenização

  • Combinando Trabalho e Vida

 Responsabilidades familiares (licença paternidade, licença parental, opções de horário flexível),

 Proteção à maternidade (licença maternidade, assistência médica gratuita, salário durante a licença, isenção de trabalho perigoso / árduo, proteção contra demissão, direito de retorno ao mesmo trabalho / semelhante, intervalos de enfermagem / amamentação)

  • Ambiente de Trabalho Seguro

 

Saúde e segurança no trabalho (local de trabalho seguro, fornecimento de equipamento de proteção gratuito, treinamento de segurança, inspeção do trabalho, esp. Segurança ocupacional e saúde relacionada),

  • Emprego e doença / acidentes

 

Doença e acidentes de trabalho (licença médica remunerada, acesso a cuidados médicos gratuitos, segurança no emprego durante a doença, acidentes de trabalho / invalidez / benefícios para sobreviventes)

  • Seguro Social

 

Pensões de velhice, subsídio de invalidez, subsídio de sobrevivência, subsídio de desemprego

  • Igualdade de tratamento no trabalho

 Salário igual para trabalho de igual valor, leis de assédio sexual, igualdade de tratamento no emprego e proibição de discriminação por qualquer motivo, segregação ocupacional / direito de escolher uma profissão.

  • Crianças no Trabalho

 Idade mínima para emprego, idade mínima para trabalho perigoso.

  • Trabalho forçado

Trabalho forçado, capacidade do trabalhador de rescindir o contrato de trabalho, limite máximo de horas extras.

  • Diálogo Social / Sindicatos 

Direito de formar e aderir a sindicatos, Direito de negociar coletivamente, Direito de greve

 CONSULTAR FGTS: CONFORMIDADE COM A LEI ATRAVÉS DE AUMENTAR A CONSCIÊNCIA

Consultar FGTS

Faltam informações sobre direitos trabalhistas em muitas economias. Essas lacunas de informação podem parecer convenientes para países sem interesse em aumentar a conscientização sobre a legislação com o objetivo final de melhorá-la. A própria vítima é o trabalhador que nunca conhece os seus direitos.

Presumivelmente, os empregadores também não têm interesse em conscientizar os trabalhadores sobre os direitos trabalhistas. Eles podem temer que o aumento da conformidade resulte em custos elevados de fazer negócios.

Eles podem não estar cientes dos resultados da pesquisa indicando que melhores condições de trabalho levam a maior produtividade, o que ajuda a recuperar o custo adicional incorrido na implementação de benefícios aos trabalhadores (ver Heymann e Earle, 2010).

Lee e McCann (2009) revisam uma literatura considerável sobre a ligação entre a aplicação da legislação trabalhista (conformidade) e o nível de conscientização (tanto entre trabalhadores quanto entre empregadores).

O estudo traz dados da Tanzânia e mostra que “a consciência do trabalhador está fortemente associada a melhores condições de trabalho”.

Levando em consideração o baixo nível de representação coletiva dos trabalhadores (especialmente nos países em desenvolvimento) e sistemas de inspeção do trabalho com orçamento limitado e pessoal insuficiente, os direitos dos trabalhadores podem ser melhor aplicados por meio de uma abordagem ascendente – com base em queixas individuais.

Essa abordagem, entretanto, requer a disseminação do conhecimento jurídico aos trabalhadores como uma pré-condição ou primeiro passo para o cumprimento da lei.

A legislação trabalhista, em todo o mundo, exige que os empregadores exibam resumos das leis trabalhistas.

No entanto, o estudo acima referido indica que isso foi ineficaz na disseminação do conhecimento em locais de trabalho nos Estados Unidos. Qual seria, então, a maneira ideal de divulgar informações sobre direitos legais?

TRABALHO DECENTE: COMO CHEGAR

Consultar FGTS

Trabalho Decente é o tipo de trabalho ao qual todos aspiram. É feito sob condições em que:

  • As pessoas têm empregos remunerados (e existem rendimentos adequados e oportunidades de emprego);·
  • Um sistema de proteção social (proteção do trabalho e segurança social) está totalmente desenvolvido e acessível a todos;
  • O diálogo social e o tripartismo são promovidos e incentivados;
  • Direitos no trabalho, conforme especificado na Declaração da OIT sobre os Princípios Fundamentais e Direitos no Trabalho e nas Convenções Fundamentais da OIT, são praticados, promovidos e respeitados.